Passando o ponto: como ter sucesso nessa transação em x passos

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
Passando o ponto

Atualmente, é comum ver pelas ruas uma série de placas anunciando o ponto de diferentes comércios, sejam eles restaurantes, bares ou lanchonetes. Quando essa transação acontece, ela pode ocorrer de duas maneiras: passando o ponto por si só ou passando o ponto comercial por completo.

No primeiro caso, é transferido apenas o contrato de aluguel do imóvel e o dono permanece com equipamentos, estoques e a marca. Já o segundo acaba sendo o mais comum e a empresa é vendida com tudo, inclusive o maquinário.

Se você quer investir o seu dinheiro nesse tipo de negócio que pode ser bem lucrativo e ainda tem dúvidas a respeito, leia as 3 dicas abaixo e solucione o mistério!

1. Passar o ponto não é sinônimo de um mal funcionamento

Ao contrário do que muitos pensam, investir não é tão complicado e custoso quanto parece e, neste caso, investir na compra de um ponto pode ser a solução para aqueles que querem ser donos do próprio negócio.

De início, alguns podem pensar que comprar uma empresa ao invés de iniciá-la do zero pode ser uma decisão de risco. Ainda assim, passar o ponto não quer dizer que não haja saúde financeira ou clientes fiéis naquele estabelecimento.

Muitas vezes, o negócio é lucrativo, mas o dono possui questões pessoais – como aposentadoria ou filhos que não querem dar continuidade à empresa – que o fazem repensar. E, convenhamos, simplesmente fechar o estabelecimento pode ser um grande prejuízo para o empresário. Então, a escolha de anunciar que está passando o ponto é bem eficaz.

2. Valorização

Se você está buscando a chance de aplicar seu dinheiro e sabe a necessidade de investir, não há relação com maior custo-benefício do que essa transição. Afinal, é comum que os imóveis valorizem com o tempo e se o estabelecimento está ali há um período, provavelmente ele já possui clientela, funciona corretamente e é lucrativo, o que é um componente fundamental quando for escolher o ponto.

Atente-se que, além de máquinas e móveis, há outros itens extremamente importantes, como o marketing que já foi feito, a movimentação e o crescimento comercial que teve naquele ambiente. E para ter certeza de que o investimento vale a pena, acompanhe o dia a dia dele por pelo menos um mês. Pode ser uma boa forma de observação.

3. Passando o ponto com sabedoria

A procura pela empresa ideal não precisa ser de porta em porta. Com a internet, há diferentes formas de anunciar a venda sem ser com uma faixa no estabelecimento e também diferentes maneiras de procurar por esse local em um ambiente que dê maior visibilidade. Para isso, existem sites especializados que ajudam o comprador (e o vendedor!) a realizar suas transações, contratos e propagandas por um valor que cabe no seu bolso.

A Quero Um Negócio trabalha com a maior quantidade de anúncios do Brasil e pode ser uma excelente alternativa tanto para quem está passando o ponto quanto para quem quer entrar nessa empreitada com tudo. Aproveite!

Comentários no Facebook