7 pontos a considerar antes de vender o seu negócio

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

A venda de uma empresa pode ser um momento complicado e exige uma grande capacidade de decisão de empresários. Por isso, considerar os motivos certos para vender o seu negócio pode ser crucial para o sucesso na negociação.

São diversos prós e contras que devem ser analisados antes de vender empresas. Além disso, a negociação pode perdurar por meses até que surja uma boa proposta. Desse modo, é preciso considerar a venda da empresa no momento certo!

Veja neste texto que a Quero um Negócio preparou para você 7 pontos que um empresário deve considerar antes de vender o seu negócio.

Por qual motivo quero vender minha empresa?

Considerar o motivo da venda é muito importante para fazer uma venda assertiva. Muita gente acredita que empresários estão dispostos a vender o seu negócio porque a empresa não está dando lucro ou está à beira da falência.

Assim, tentam enviar propostas absurdas no intuito de comprar uma empresa por um preço baixo. O fato é que existem vários motivos que levam uma pessoa a colocar a empresa à venda. Veja alguns exemplos:

aposentaria;

desejo de investir em outra área;

falta de sucessão ou herdeiros;

gestão compartilhada.

São diversos motivos que devem ser considerados antes de colocar sua empresa à venda. Analise qual é o seu caso e se pergunte:

Eu realmente quero vender a minha empresa ou eu preciso vender minha empresa?

Essa situação poderia ser contornada com uma gestão eficiente?

Quero vender minha empresa para respirar novos ares?

Quero vender minha empresa para seguir uma nova carreira?

Responder a essas perguntas e saber por que eu quero vender minha empresa será o primeiro ponto a se considerar. Em todo o caso, reflita com calma e analise sua situação!

Qual é o valor da empresa

Uma empresa não tem um valor preestabelecido como ocorre na tabela Fipe para venda de carros. É preciso analisar todo o investimento, o lucro, o trabalho, as possibilidades de ganho real, entre outros itens.

Desse modo, o preço da empresa à venda pode variar bastante. Veja os exemplos:

Valor comercial

Para calcular o valor comercial, é necessário analisar tudo que envolve as finanças e o patrimônio da empresa. Isso envolve desde o faturamento mensal, as dívidas, lucros, despesas, patrimônios como móveis, maquinários, veículos e imóveis, estoque, etc.

Esse valor pode ser mensurado com uma auditoria para saber qual é o valor real do patrimônio da empresa que está à venda e sua situação financeira.

Valor afetivo

O valor afetivo pode ser um fator decisivo em uma empresa que está à venda. Basta imaginar todo o trabalho ao longo dos anos que você como empresário teve para construir a empresa. Imaginou?

Se você não está vendendo pelo motivo de baixo rendimento e falta de lucros, dê mais valor ao que conquistou e considere um preço justo considerando todo seu empenho para fazer a empresa crescer.

O que eu posso fazer para que a empresa se torne mais atrativa

Aqui cabe salientar mais uma vez o motivo da venda. Digamos que eu quero vender minha empresa por falta de lucro. Nesse caso, provavelmente você queira se livrar da empresa quanto antes, não é mesmo?

Mas se o motivo for outro, um investimento pode agregar valor ao seu negócio para vender melhor. Veja os exemplos de investimentos que podem ser feitos antes de vender a empresa: M

  • Melhorar o visual: uma empresa com um visual mais bonito pode ser vendida mais facilmente. Fazer uma reforma, pintura ou planejar um novo design pode ser opções viáveis.
  • Novos serviços e produtos: implantar um novo serviço ou produto pode agregar valor a sua empresa e elevar o seu preço na hora da venda.
  • Tecnologia: além de trazer grandes benefícios a sua empresa, agregar tecnologia faz sua empresa demonstrar que está antenada ao futuro e tem mais atrativos na hora da venda.

Quanto tempo posso esperar até fazer uma venda assertiva

O processo de vender o seu negócio pode durar meses ou até anos. Por isso, esteja ciente que possíveis investidores podem demorar a aparecer. Nesse caso, você deve analisar quanto tempo pode esperar para que a venda da empresa seja concluída.

Se a sua intenção é vender o seu negócio rapidamente, provavelmente terá que oferecer um preço mais atrativo e abaixo do seu real valor de mercado. Nesse caso, como alternativa à venda da empresa, você também pode optar por encontrar um sócio investidor que ajude na gestão e nas finanças.

Assim, você dividirá as responsabilidades e poderá ganhar um reforço nas finanças da empresa para reestruturá-la e torná-la mais atrativa. Quem sabe no futuro você possa vender sua porcentagem na empresa por um preço bem melhor.

Caso não tenha pressa na venda e sua decisão já esteja tomada, pode deixar sua empresa anunciada por um longo tempo até que surja uma proposta boa e que valha a pena efetivar o negócio.

Anuncie sua empresa no site Quero um Negócio

Como explicado no tópico anterior, vender empresas pode demorar. No entanto, anunciando na internet, é possível divulgar sua empresa e encontrar possíveis compradores em todo o Brasil.

Assim, você coloca sua empresa à venda para possíveis compradores e pode continuar com as atividades normalmente. Dessa forma, quando surgir um negócio realmente atrativo e que satisfaça a sua exigência, você inicia todos os trâmites legais para vender o seu negócio.

Considere as propostas e negocie com interessados

Enquanto sua empresa está anunciada no site Quero um Negócio, milhares de pessoas vão visualizar sua empresa. Faça uma boa descrição da sua empresa, qual é o seu diferencial e quais são as suas possibilidades de ganho. Assim, quanto mais detalhes você conseguir expor, mais atrativa sua empresa será para possíveis compradores.

À medida que você recebe propostas, consegue analisar e negociar as melhores condições para vender a empresa. Desse modo, mesmo que a negociação demore, esperar a proposta certa fará você ter certeza que vai vender o seu negócio por um bom preço.

Economia aquecida

Um bom momento para vender o seu negócio é quando a economia está aquecida. Isso faz os investidores sentirem-se mais seguros e ficarem dispostos a desembolsar em novos negócios.

Conforme a Reforma da Previdência avança e já começa a tramitar uma Reforma Tributária que simplifica as regras sobre impostos no Brasil, a tendência é que haja mais confiança de investidores e que o mercado esteja propício para investimentos.

Se sua intenção é vender sua empresa, aproveite essa expectativa de melhora na economia e comece a planejar valores, propostas, anúncios, para se antecipar ao que pode vir.

Gostou dessas dicas? Aproveite e leia também outros artigos no blog da Quero um negócio!

Comentários no Facebook