7 erros de investidores de primeira viagem e como evitar

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Pensando em ter o seu próprio negócio? Essa é uma excelente forma de investimento. Mas, para que tudo saia como o imaginado, você precisa conhecer alguns detalhes. Quer começar do jeito certo? Então, jamais cometa os erros de investidores iniciantes.

Não sabe sobre o que estamos falando? Nós te explicamos na sequência. Conheça os 7 principais erros de investidores de primeira viagem e saiba o que fazer para ter um negócio de sucesso!

1. Não elaborar um plano de negócios

Como você verá logo abaixo, ter dinheiro em caixa é uma premissa para o sucesso do empreendimento. Mas, apenas uma margem de capital financeiro está longe de ser o suficiente.

Uma vez que você tenha selecionado o negócio que receberá o seu investimento, é preciso elaborar um plano de negócios. O documento deve contemplar todas as metas a serem almejadas em um curto, médio e longo prazo. De um modo resumido, esse planejamento permitirá que você:

  • Conheça melhor o próprio nicho no qual a empresa estará inserida;
  • Faça projeções do fluxo de caixa;
  • Defina o público-alvo;
  • Crie campanhas mais efetivas de marketing digital.

2. Inaugurar o negócio sem o capital de giro necessário

Independentemente do nicho de atuação, toda empresa nova leva um determinado período até começar a gerar algum lucro. O chamado ponto de equilíbrio se refere exatamente ao momento em que os gastos e as receitas se equivalem. A partir daí, a empresa começará a render os frutos desejados.

No entanto, repare que há um caminho a ser percorrido até o início do lucro. Durante o percurso, ter um capital de giro satisfatório é mais do que essencial. Diante da falta de recursos, a maioria dos empreendedores recorre aos empréstimos.

É justamente aí que os problemas podem começar a se acumular. Então, surge o risco iminente do fechamento da empresa. Portanto, calcule o capital de giro inicial com máxima precisão.

3. Desconhecer as grandes necessidades dos clientes

Entre os erros de investidores que chamam atenção, está o ato de negligenciar o que o seu público-alvo deseja. Na verdade, a empresa deve ser concebida com base nos anseios dos clientes. Em vez de lançar um produto no mercado, é preciso investigar qual seria o nível de interesse gerado.

O principal objetivo de uma empresa sempre deve ser o de resolver os problemas dos clientes. Essa é a premissa básica para que ela consiga converter o interesse das pessoas em vendas.

Na prática, os problemas e motivos que levaram alguém a comprar um produto na sua loja tendem a mudar. Logo, um dos segredos dos grandes empreendedores é se manter atento às transformações do mercado. A tática se aplica inclusive aos movimentos mais sutis.

Como fazer isso? Por meio de um constante e contínuo estudo do mercado. Simultaneamente, é vital disponibilizar vários canais de comunicação com os clientes e, principalmente, valorizar o que eles têm a dizer.

4. Selecionar o ponto errado

Entre os diversos fatores ligados a uma lucratividade baixa ou nula, a escolha equivocada do lugar merece destaque. Se a empresa depende de um enorme fluxo de pessoas, não é em uma região de baixo movimento que o negócio prosperará.

Não adianta simplesmente levar a sua loja para um local onde você não tenha que disputar espaço com a concorrência. Talvez, a ausência de outras lojas seja um indício de que a região é inadequada para o modelo da sua loja.

5. Não reservar uma margem para reinvestimentos

Não é à toa que nós falamos em “investimento inicial”. Se há um primeiro aporte financeiro, é óbvio que deve haver um segundo, terceiro e, assim, sucessivamente.

Por melhor que seja a velocidade de crescimento do seu negócio, os reinvestimentos são obrigatórios. Tal linha de pensamento vale para muitos setores da empresa. No começo, vale a pena dedicar uma atenção a mais às campanhas bem elaboradas de marketing digital.

De todos os erros de investidores que alocam recursos na abertura de uma empresa, não reinvestir é um dos principais. Deixar a publicidade em último plano é igualmente fatal.

6. Deixar a inovação em segundo plano

Não se engane, pois a inovação está presente em todos os lugares, mercados e empresas. Afinal, inovar nada mais é do que encontrar maneiras mais efetivas de realizar um mesmo procedimento.

Para que a definição acima não seja apenas uma frase de efeito, você deve mapear os processos do seu negócio. Essa análise pode ser feita de tempos em tempos, com o intuito de verificar a existência de possíveis gargalos.

Ao término do mapeamento, você terá uma visão bem mais nítida quanto à real contribuição de cada processo para o funcionamento do negócio. Some-se a isso a visão abrangente da própria cadeira operacional.

7. Ter uma equipe dessintonizada com o negócio

Por fim, o sucesso do seu negócio só será possível mediante a presença marcante de colaboradores engajados. Essencialmente no início do negócio, é fundamental que os funcionários vistam a camisa da empresa e a representem à altura.

Esses foram os 7 erros de investidores que optam pela abertura de um negócio próprio. Ao evitá-los, você já estará a meio caminho de ter uma empresa bem-sucedida.

Ficou interessado em ter o seu próprio negócio, mas não sabe onde investir? Confira agora mesmo as nossas 6 dicas para identificar uma boa oportunidade!

Comentários no Facebook